Entrevista dada ao blog capoeira de toda maneira Em 21 de Julho de 1962 nascia em São Paulo, Luiz Alberto N. Simas. Mais conhecido...
Entrevista dada ao blog capoeira de toda maneira
Em 21 de Julho de 1962 nascia em São Paulo, Luiz Alberto N. Simas. Mais conhecido como Mestre Boneco, ou simplesmente Beto Simas, nome artístico do presidente do Grupo Capoeira Brasil. 
Criador de um grupo de dubles especializados que atuam em todo tipo de produção artística, ator, modelo e evidentemente um grande divulgador da nossa arte pelo mundo, já tendo viajado para mais de 15 países e inúmeros estados do Brasil levando a capoeira. Recentemente terminou de gravar seu programa “Capoeira pelo mundo” que irá ao ar pela TV Brasil .
(Maíra Gomes) – Como foi o seu primeiro contato com a capoeira?
 (Mestre Boneco)  – Meu primeiro contato com a Capoeira foi quando eu tinha por volta de 11 anos, estava observando uma rapaziada gesticular e falar alto e aquilo me chamou a atenção e quando o grupo dispersou fui ate o encontro de um dos rapazes, que eu conhecia da rua e perguntei do que e que eles estavam falando com tanta empolgação. Ele me disse que era capoeira, então me explicou, pois eu não tinha idéia do que se tratava e me convidou a assistir um Batizado de capoeira, fui, e foi amor à primeira vista, fiquei apaixonado pela capoeira. Comecei a treinar e nunca mais parei.



(Maíra Gomes) – Em 1989 o senhor ajudou a fundar o Grupo Capoeira Brasil. Como aconteceu e porque sair do Grupo Cultural Senzala para fundar um grupo novo?
  (Mestre Boneco)  – O Grupo Capoeira Brasil foi fundado em 14 de Janeiro de 1989, Paulão do Ceará, Paulinho Sabiá e eu que fundamos o Grupo. O Grupo surgiu de uma necessidade nossa de darmos continuidade a um projeto que já havíamos começado. Estudei sob o Grupo Senzala durante muitos anos, mais ou menos 18 anos. Achamos de comum acordo, que era hora de constituirmos um novo Grupo que atendesse os nossos anseios e as nossas necessidades.

(Maíra Gomes) – O que aconteceu primeiro, a vida artística ou a capoeira?
(Mestre Boneco) – Antes de tudo sou Capoeirista, comecei a capoeira muito, mas muito antes de atuar. Comecei na década de 70 com a capoeira e só na década de 90 e que comecei a atuar.

(Maíra Gomes) – Ser ator foi por acaso ou o senhor buscou por isso?
(Mestre Boneco)  – Começou meio que por acaso, pois fiz alguns trabalhos que me levaram a estudar e também a amar e respeitar o mundo da dramaturgia.

(Maíra Gomes) – Além de trabalhos na TV, o senhor atuou no filme Hans Staden em 1999, Novela Novela em 2001 como foi?
(Mestre Boneco) – Fiz varias participações em novelas, casos especiais como você decide, em alguns filmes e tive uma experiência única no teatro quando fui chamado para fazer uma peça de Shakespeare, “Péricles”, no teatro João Caetano, experiência inesquecível.
Hans Staden também foi uma experiência única, muito bom! A capoeira e a arte tem muito em comum.

(Maíra Gomes) – O senhor tem dois filhos atores e um jogador de futebol. Eles também praticam capoeira? E sua esposa?
(Mestre Boneco) – Todos os três jogam bem capoeira, apesar de não estarem treinando. Minha mulher nunca fez uma aula, mas com certeza sabe muito!!!! Ahahah!!!!

(Maíra Gomes) – Mestre queria que o senhor falasse um pouco da sua ONG “Benção Brasil”. Sobre a criação dela, e como ela vem atuando na recuperação de jovens do Brasil e do exterior.
(Mestre Boneco) – Na verdade a Benção Brasil eu criei em 2003 em Los Angeles para atender um publico de crianças e adolescentes em escolas publicam. Para dar a oportunidade dessas crianças de terem uma atividade que, realmente, pudesse tira-los da ociosidade, para que não desviassem sua trajetória. E ate hoje trabalhamos nesta direção.

(Maíra Gomes) – Pesquisando pra fazer essa entrevista li que o senhor e sua esposa tiveram que ralar muito nos EUA, até ter a estabilidade que tem hoje. O senhor já alcançou todas as metas que levou dentro da sua mala quando saiu do Brasil?
(Mestre Boneco) – Ainda não, estou longe do que pretendo. Ainda continuo trabalhando duro para poder realizar todos os meus projetos e sonhos, é verdade já tive algumas conquistas, mais o ser humano esta sempre querendo algo mais… Acho que temos que sonhar sempre e agir para poder realizá-los.

(Maíra Gomes) – Mestre o senhor é um dos maiores divulgadores da capoeira pelo mundo. O fato de estar na mídia facilita esse processo ou não tem relação com o seu trabalho fora do Brasil?
(Mestre Boneco) – Eu acho que o fato de estar na mídia e fruto de muito trabalho, por isso, com certeza você acaba conseguindo alcançar o seu objetivo! Mas a mídia e uma conseqüência do seu trabalho!

 (Maíra Gomes) – Em Julho o senhor estará promovendo o 1º Fórum Internacional de capoeira. Como surgiu a idéia? Qual a expectativa para o evento?
(Mestre Boneco) – A idéia surgiu apartir de um momento que , eu acho , estamos vivendo no mundo e na capoeira. E hora de conseguirmos unir todos em prol de um bem comum e a capoeira e uma ferramenta imprescindível para essa transformação do ser humano. E hora de usarmos a forca da capoeira como ferramenta para uma melhor qualidade de vida do ser humano. Mas para isso temos que preparar as lideranças!

(Maíra Gomes) – Em sua opinião a capoeira deveria ter um sistema único de graduações?
(Mestre Boneco) – Acho esse assunto muito importante e quero conseguir abordar no Fórum. Acho sim, muito importante que todos os grupo venham um dia a ter uma única graduação. Só que e um trabalho muito delicado, pois todos nos teríamos que ceder de uma forma ou de outra!

(Maíra Gomes) – Queria pedir pro senhor falar um pouco sobre o Documentário que fez para a TVBRASIL “Capoeira pelo mundo”, que estréia no próximo dia 9 de maio.
(Mestre Boneco) – Esse é um projeto que eu tinha há quase dez anos e finalmente no ano passado conseguimos colocar em pratica. Na verdade e um programa que nos produzimos e eu apresentei levando o publico a ter uma noção da capoeira jogada pelo mundo, lógico que não deu para mostrarmos tudo, mas vocês terão a oportunidade de viajar pelo Rio, Salvador, Los Angeles, Nova York, Montreal e Israel. Foi feito com muito amor e acho que vocês vão gostar! Espero!!!!

(Maíra Gomes) – O senhor visitou Nova York, Montreal, Tel Aviv, Rio de Janeiro e Salvador, haverá uma nova temporada, com visita a outros lugares do mundo?
  (Mestre Boneco)  – Já estou com outro projeto, se Deus quiser em breve teremos nova temporada!!!!

(Maíra Gomes) – Quem são seus maiores ídolos na capoeira?
(Mestre Boneco) – Quando comecei sem dúvida foi, na época meu antigo Mestre, Camisa.
Agora, acho existem inúmeros grandes nomes, principalmente do passado. Perece clichê, mas os Nomes de Mestre Pastinha e Mestre Bimba sempre aparecerão quando se pergunta sobre grandes nomes na capoeira, mas muitos capoeiristas também foram famosos, apenas talvez não conseguiram a “mídia” para poderem se destacar mais…

(Maíra Gomes)  – Como o senhor espera que a capoeira evolua daqui pra frente na questão do reconhecimento dela como Patrimônio Cultural brasileiro?
(Mestre Boneco) – O mais importante, eu acho, é que tenhamos educação e respeito para com a nossa arte, pois sem isso fica muito difícil avançarmos para um outro patamar!!!
Claro que temos também que trabalhar serio e duro, mas sem egos e com muita consciência e união. Já avançamos bastante, mas há muito mais que se fazer!!!!
fonte: Blog capoeira de toda maneira

No comments so far.

Be first to leave comment below.

Your email address will not be published. Required fields are marked *