O Senado discute nesta quarta-feira (7) o reconhecimento da prática da capoeira como atividade profissional. Audiência pública promovida pela Comissão de Educação, Cultura e...

O Senado discute nesta quarta-feira (7) o reconhecimento da prática da capoeira como atividade profissional. Audiência pública promovida pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) reunirá mestres na arte e especialistas em patrimônio histórico-cultural para tratar do tema.
O debate é de iniciativa dos senadores Inácio Arruda (PCdoB-CE) e Lídice da Mata (PSB-BA). A senadora é a relatora na comissão do Projeto de Lei da Câmara 31/2009, do deputado Arnaldo Faria de Sá, que reconhece a capoeira como profissão, na sua manifestação como dança, competição ou luta, considerando o capoeirista um atleta profissional.
Segundo Lídice, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) registrou a capoeira como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil, em julho de 2008. Em sua opinião, esse registro significa que o Estado assume a responsabilidade de implementar medidas de incentivo à prática da capoeira e de proteção de suas matrizes culturais.
Entre os convidados para discutir o assunto estão a diretora do Departamento de Patrimônio Imaterial do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Célia Maria Corsino; o presidente da Confederação Brasileira de Capoeira, Gersonildo Heleno de Sousa; o presidente da Fundação Palmares, José Hilton Santos Almeida, além de outros especialistas e mestres de capoeira.
A audiência terá início às 10h, no plenário 15 da Ala Alexandre Costa.

fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/

Ricardo Nascimento

No comments so far.

Be first to leave comment below.

Your email address will not be published. Required fields are marked *