Por Caroline Dias Menezes – cdiasmenezes@gmail.com Publicado em: 09/05/2013 – Ano: 46 – Número: 154 Não se sabe exatamente quando começaram as primeiras rodas de capoeira, mas o primerio registro de referência do termo “capoeira” para designar uma forma de luta data de 1770. Hoje a mistura de luta com música... Read more
A revista culturas-Kairós – Revisão de Antropologia práticas corporais e artes apoia a produção de pesquisa e difusão de conhecimentos em antropologia e estudos de arte em questão com a práxis e sua estética vários ( aisthesis ) nos cinco continentes. Concentra-se em estudos etnográficos que restauram a construção de fenômenos sensível e prático, singularmente... Read more
CABEÇAS-DE-GATO Algumas vezes nos vêm à memória velhas lembranças que, estimuladas por situações corriqueiras, acabam criando condições favoráveis a certos empreendimentos antes não imaginados, ou talvez, adormecidos e embalados pelo desinteresse ou medo. Assim foi o que ocorreu a partir de algumas leituras de O Cortiço, de Aluísio de Azevedo. Entre as situações e... Read more
Cinqüenta dias a bordo de um navio negreiro traz o relato do reverendo Pascoe Granfell Hill (1804-1882), que, em meados do século XIX, acompanhou a Marinha britânica na captura de um navio que transportava escravos negros para o Brasil. A liberdade, no entanto, só viria depois de uma outra... Read more
por Gil Cavalcanti © 2008 (Mestre Gil Velho) A capoeira Pernambucana do séc. XIX desaparece, como a carioca das Maltas, com o advento da República, ou seja, na última década dos 1800. Traços de sua personalidade são registrados no período da formação das bandas militares(por volta de 1840) e... Read more
Origens da capoeira no Recife
As gangues do Recife por Gil Cavalcanti © 2008 (Mestre Gil Velho) No Recife, os grupos de capoeira vão mostrar uma organização semelhante, porém vão estar mais atrelados às manifestações rítmicas. As bandas militares, ao que tudo indica, foram às primeiras organizações rítmicas absorvidas pelos espaços iniciais de sócio-fronteiras... Read more
Zé Pelintra e a malandragem – origem e história Tendo como base para esse capítulo o livro de Zeca Ligiéro, Malandro Divino, passaremos a abordar a figura central deste trabalho, Zé Pelintra. Personagem bastante conhecido seja por freqüentadores das religiões onde atua como entidade, seja por sua notável malandragem,... Read more
Que a capoeira tenha sido reconhecida como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN em 2008, os capoeiristas já sabem de cor, o que alguns ainda desconhecem é todo o processo administrativo, jurídico, histórico e científico que existe por trás desse... Read more
Sumário Nota dos editores, 7 Dossiê: De volta ao mundo da vida de pernas pro ar: Contribuições para os estudos em corporeidade, linguagem e memória da capoeira, 11 Apresentação: Julio Cesar de Tavares Da“destreza domestiço” à“ginástica nacional”: narrativas nacionalistas sobrea capoeira, 19 Matthias Röhrig Assunção A memória do corpo na narrativa... Read more